Utilizamos cookies neste website para personalizar conteúdos e anúncios com o objetivo de fornecer recursos de mídia social e análise de tráfego. As informações de uso do nosso site são compartilhadas com parceiros de mídia social, publicidade e análise. Só utilize este website se concordar com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade além das políticas para os serviços de terceiros utilizados neste website.
Curtir
Compartilhe
Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no Google+

O Dia do Índio

Feriados nacionais Feriados e datas comemorativas Feriados estaduais Próximo feriado

Índio: o povo dono da terra, de uma bela cultura e atitude exemplar de respeito e preservação do meio ambiente

Dia do Índio

Em 1940 ocorreu, no México, o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano com a presença de diversas autoridades de países da América e muitas lideranças indígenas. Estes foram convidados a compartilhar das reuniões e das deliberações. Os índios não participaram dos primeiros dias do evento por temerem, uma vez que vinham sendo perseguidos pelos “homens brancos”. Só no dia 19 de abril eles resolveram participar e assim esse dia foi escolhido para ser o Dia do Índio no continente americano. No Brasil o Dia do Índio, 19 de abril, foi criado pelo presidente Getúlio Vargas, em 1943.

O Dia do Índio é comemorado em todo Brasil, através de eventos nas escolas, que mostram a importância do índio na história do Brasil. Os alunos fazem pesquisas sobre a cultura indígena, os museus fazem exposições e os municípios comemoram com festas. O Dia do Índio deve ser um dia de reflexão sobre a história do índio no Brasil e a importância de manterem suas áreas preservadas e protegidas, sua cultura. É importante salientar que em 1500, quando os portugueses chegaram toda essa imensidão de terra era dos índios.

Eles habitavam toda a região que hoje é o Brasil. Eles foram explorados, escravizados, maltratados e mortos pelos povos vindos principalmente da Europa. A população indígena foi sendo dizimada por tiros e contaminada por doenças contras as quais os organismos dos índios não tinham resistência.